Se pararmos para analisar, o que seria do setor de Alimentos e Bebidas sem a importante figura dos garçons? É com essa reflexão que iniciamos este assunto fundamental para o empresário e profissional do ramo de Bares, Lanchonetes, Restaurantes e afins.
A Gestão de Restaurante é tão complexa e importante, que precisa ser realizada com Maestria. Não podemos esquecer nunca do capital humano, pois são os colaboradores que farão o negócio caminhar. Além disso, boa parte da energia motivacional que o líder desempenha, precisa ser neles.
O garçom é um profissional que deve ser valorizado tanto pelos clientes quanto pelo empresário, porque ele é parcialmente responsável pelo sucesso ou fracasso de determinado estabelecimento. Por isso, é muito importante que o empreendedor,o qual almeja o sucesso, tenha garçons como – “braço direito”.
Por ser um Cartão de Visitas de um restaurante, por exemplo, o garçom deve apresentar atitudes profissionais impecáveis, já que está em contato direto como cliente, desde sua chegada até sua partida. Algumas características importantes para desempenhar esta função, incluem:
  • Pontualidade e Comprometimento;
  • Simpatia e Cordialidade;
  • Atenção aos detalhes e Pró-atividade;
  • Boa apresentação pessoal e Discrição;
  • Educação (independente de qualquer atitude do cliente, o profissional sempre se deve manter educado).
Como tornar um Garçom vendedor?
Na verdade, já faz parte da função do Garçom a ação de vender, então, o que fará a diferença é como isso deve ser feito.Após diversas experiências com consultorias, trazemos importantes dicas para ajudar neste aspecto, sendo elas:

1) Clareza: Deixar claro na contratação a função que o garçom irá desempenhar e o que o mesmo deverá esperar do estabelecimento.

2) Apresentação e postura: O profissional deve estar impecável, como por exemplo: cabelo bem cortado e barba bem-feita para homens; cabelo preso com rabo ou coque, brincos pequenos e discretos, maquiagem leve, para as mulheres; uniforme limpo, desodorantes neutros, perfumes de fragrância suave, além de unha limpa e bem-feita, servem para ambos.

3) Treinamento: Dicas e detalhes de sua função é muito importante. Outro aspecto, que por muitas vezes é deixado de lado, é explicar para o colaborador como está o andamento do empreendimento (muitos não sentem que fazem parte de uma empresa, porque,simplesmente, não entendem a importância do seu trabalho para o todo).

Caso o seu garçom esteja em treinamento, coloque um crachá sinalizando este fato.Muitas vezes, esta atitude evita situações constrangedoras.

4) Conhecimento do cardápio: Sem dúvida, este é um dos mais importantes itens da lista, e,infelizmente, muitos estabelecimentos cometem esta falha. O cliente pergunta:“O que é molho pesto? ”. Se está no cardápio, é obrigação do garçom saber o significado. O profissional ir até a cozinha ou chamar um gerente para esse tipo de situação, pode ser encarado como constrangedor pelo cliente.

5) Capacitação técnica: É essencial que o garçom saiba detalhes técnicos do setor de Alimentos e Bebidas,como por exemplo: O que são serviços À la Carte, Buffet, Mise in place, Carta de Vinhos, etc.

6) Estratégias de vendas: O bom garçom é aquele que vende sem ser inconveniente. Aquele que oferece e sugere pratos principais ou sobremesas, aborda de maneira adequada o gosto do cliente, sugere bebidas que combinam com os pratos escolhidos, se destaca em sua função.
Gostou do artigo? Então nos conte o que achou aqui nos comentários ou através do e-mail contato@audtur.com.br!
Até mais!
Por Juliana Gutierres
Professora,Consultora e Diretora da AUDTUR. Pós-graduanda em Gestão de Meios de Hospedagem pelo SENAC, Licenciada em Turismo pela FATEC de São José do Rio Preto (SP), Bacharel em Turismo pela UNILAGO, Técnica em Turismo pela ETESP e Formação de Consultores Empresariais pelo CEGENTE. Docente desde 2009 na área de Turismo e desde 2010 nos cursos técnicos de Hospedagem, Turismo Receptivo e Eventos no Centro Paula Souza, e atualmente na ETEC de Olímpia. Docente universitária e Coordenadora da Graduação em Turismo até 2015. Possui mais de 12 anos de experiência no setor Turístico e Hoteleiro com destaque para as redes Atlantica Hotels International e Allia Hotels. Diretora e Consultora na AUDTUR Auditoria e Consultoria em Turismo, Hospitalidade e Eventos.

Deixe uma resposta